Site Imbd Lança Classificação Feminina Para Filmes

A base de dados adoptou um sistema de classificação que indica uma presença predominantemente feminina. Fotos: © D.R.

Escolher um filme para ver  numa sexta à noite ou decidir se vale a pena ir ao cinema, inclui muitas vezes uma prévia passagem pelo conhecido site Imbd (Internet Movie Database). Seja para confirmar citações das nossas personagens preferidas, descobrir aquela música que ficou no ouvido ou desabafar sentimentos no quadro dos comentários, o site é uma autoridade no que toca à sétima arte.

E agora, temos ainda mais uma razão (de peso) para o colocar na barra de favoritos do nosso browser. Inspirado pela iniciativa da britânica Holly Tarquini, diretora executiva do Festival de Cinema de Bath (Reino Unido), que em 2014 criou o sistema de classificação F para distinguir os filmes realizados, escritos e protagonizados por mulheres, o site reconhece agora esta classificação, sendo possível pesquisar no site por filmes onde a presença feminina é predominante.

À semelhança do teste de Bechdel, frequentemente usado no cinema e que analisa se uma obra de ficção inclui duas ou mais mulheres a dialogarem sobre algo sem ser homens, este é mais um passo importante para combater a desigualdade na indústria cinematográfica.

Prolongue a celebração do dia da mulher e faça uma maratona de filmes que contribuem para o poder feminino. Inspire-se com a nossa escolha, na galeria em baixo.

 


  • Frida (2002).


  • An Education (2009).


  • Whip It (2009).


  • Monster (2003).


  • Clueless (1995).


  • Thirteen (2003).


  • The Virgin Suicides (1999).


  • 2 Nights in Paris (2007).