Das Grandes Superfícies Para a Rua: A CoverGirl Vai Abrir a Primeira Loja

Easy, breezy, beautiful. Por: Cátia Pereira Matos -- Imagem: © D.R

Este outono, a CoverGirl vai abrir a sua primeira loja, e vai fazê-lo em grande, numa das zonas mais cosmopolitas do mundo: em plena Times Square, o coração de Nova Iorque.

Foram precisas quase seis décadas para a marca de maquilhagem norte-americana saltar das prateleiras das grandes superfícies comerciais dos Estados Unidos da América para os balcões personalizados de uma loja própria. Um salto que visa estreitar, ainda mais, a ligação do público à marca.

Nesta primeira loja CoverGirl, os clientes terão um contacto mais direto com os produtos de maquilhagem: vão poder aconselhar-se junto de profissionais da marca, esclarecer dúvidas e testar todos os cosméticos, antes do ato de compra. Quem já se questionou sobre o efeito de uma só camada da icónica máscara de pestanas Lash Blast ou sobre o acabamento de uma determinada base vai encontrar assim todas as respostas num espaço físico.

A loja terá uma espécie de salão de beleza, bancadas para a aplicação de maquilhagem e serviços digitais inovadores como um «quarto de beleza com elementos interativos».

«Na CoverGirl, acreditamos que a maquilhagem é uma ferramenta poderosa para a criatividade e expressão pessoal. Esperamos que a abertura desta loja nos ajude a concretizar o nosso propósito de uma forma imersiva e multidimensional», esclareceu Ukonwa Ojo, vice-presidente da marca, em comunicado de imprensa.

https://www.instagram.com/p/Bj57aEQAbGy/?taken-by=covergirl

 

Maquilhagem que celebra a diferença

Conhecida por abraçar a diversidade — seja de genéro, de idade ou de etnia — a CoverGirl tem vindo a quebrar barreiras e estereótipos no mundo da beleza. Há dois anos, em 2016, fez história ao nomear James Charles como o primeiro embaixador do sexo masculino da marca, e no ano seguinte chamou para embaixadora a modelo Maye Musk, na altura com 69 anos. Já no início deste ano, a marca apresentou uma campanha protagonizada por uma modelo com vitiligo, Amy Deanne.