Portugal Está no Fundo da Tabela Europeia na Igualdade de Género

O ranking do Instituto Europeu para a Igualdade de Género coloca Portugal em 21º lugar. Por: Joana Moreira -- Imagens: © Gtresonline

O cenário não é animador. Portugal é dos últimos na tabela dos países da Europa sobre igualdade de género. Atrás de Portugal, só mesmo a República Checa, a Grécia, a Croácia, o Chipre, o Luxemburgo, a Roménia e a Eslováquia. O ranking avalia os vários 28 países em seis domínios: trabalho, dinheiro, saúde, educação, tempo e poder.

E se Portugal tem melhorado a sua pontuação ano após ano, desta vez fixando-se nos 56 pontos, de um total de 100, no âmbito geral, acaba de cair uma posição face ao último relatório. O documento agora divulgado, do Instituto Europeu para a Igualdade de Género (EIGE, na sigla em inglês), com dados relativos a 2015, conclui que a UE está, de facto, a conseguir progressos, mas de forma lenta. Portugal, por exemplo, está longe de alcançar a média europeia, que está agora nos 66,2 pontos – em primeiro lugar está a Suécia, com 82,6, e em último a Grécia, com 50.

Destaque na saúde

É nesta área que Portugal consegue a classificação mais elevada: 83,6 pontos. Contudo, apesar da pontuação alta, Portugal está entre os três países com os piores cenários, ao lado da Lituânia e a Letónia.

Poder é a área mais desigual

A classificação portuguesa mais baixa é em matéria de poder, com 33,9 pontos. Ainda assim, verificou-se uma melhoria de 4,2 pontos face ao relatório anterior, relativo a dados de 2012.

Tarefas domésticas revelam fosso de género

A casa continua a ser um habitat onde reina a disparidade de trabalho. Os homens portugueses são os que menos participam nas tarefas domésticas. o que faz com que em Portugal haja um fosso de género de 59,3%. Note-se que, em média, na Europa, 33,7% dos homens participam nas tarefas domésticas. Em Portugal, apenas 18,8% o fazem, revela o estudo.