É Oficial: As Spice Girls Vão Fazer Uma Tour e o Mundo Ficou Melhor

Isto é, definitivamente, «what you really, really want». Por: Vítor Rodrigues Machado -- Imagem: © Instagram.

Stop right now, thank you very much é única forma que temos de começar esta notícia. Essencialmente, esta parte da letra da música Stop  traduz tudo aquilo que estamos a sentir neste momento com o anúncio da reunião e subsquente tour da girl band, e por outras palavras (e em português), podia perfeitamente transformar-se em algo como «Para tudo! As Spice Girls vão voltar a juntar-se e a fazer uma tournée? Muito obrigada universo por estarmos vivos neste momento».

A confirmação foi dada pela publicação britânica Evening Standard, segundo a qual depois de um pequeno encontro entre as cinco na passada semana, Emma Bunton, Geri Halliwell, Melanie Brown, Melanie Chisholm e Victoria Beckham, decidiram voltar a reunir o grupo (que se tinha juntado pela última vez para os Jogos Olímpicos de Londres em 2012) para um tour que vai espalhar #GirlPower pelo Reino Unido e Estados Unidos da América.

Em comunicado conjunto as Spice Girls (nunca foi tão reconfortante poder dizer o nome do grupo como agora*lágrimas*), lançado no dia em que se juntaram, afirmaram: «Nós gostamos muito da fantástica tarde que passamos juntas, a falar sobre a nossa vida e a lembrar os incríveis momentos que passamos juntas. Ficamos sempre estarrecidas com o interesse do mundo pelas Spice Girls. Sentimos que esta é a altura certa para explorarmos novas oportunidades juntas. Todas concordamos que existem várias oportunidades entusiasmantes para explorar, que abraçam a verdadeira essência das Spice Girls, enquanto reforçamos a nossa mensagem de empoderamento feminino para futuras gerações».

(uma reencenação real da nossa reação ao momento que lemos isto)

Já há alguns meses que circulavam rumores sobre uma possível reunião das Spice Girls, contudo Victoria Beckham recusava-se a voltar à indústria da música, como confirmou recentemente no programa da manhã da ITV. Felizmente a opinião da designer mudou, e provavelmente terá a ver com o crescimento do movimento #MeToo, já que em entrevista à Vogue USA, Beckham, disse «A minha carreira focou-se sempre em empoderar e celebrar as mulheres, por isso o momentum que este movimento criou só fez com que eu ficasse ainda mais determinada e apaixonada por aquilo em que acredito».

Mesmo com esta reunião, não espere ouvir novos temas. O grupo vai focar-se naquilo que é importante: os clássicos, e nós já nos conseguimos imaginar num qualquer estádio a dançar e a cantar (sim, porque precisamos de lá estar).