Kim Cattrall Responde a Sarah Jessica Parker: «Tu Não És Minha Amiga»

Agora sim, é o fim. Por: Vítor Rodrigues Machado -- Imagem: © HBO.

Se era uma daquelas pessoas esperançosas, que ainda acreditava na possibilidade de uma reconciliação entre Kim Cattrall e Sarah Jessica Parker, especialmente após a entrevista desta última no programa Watch What Happens Live With Andy Cohen, o melhor mesmo é esquecer essa ideia. Até porque durante o fim-de-semana a guerra entre as duas atrizes d’O Sexo e a Cidade ganhou novos contornos.

Como é sabido, pouco tempo após ter anunciado nas páginas de Twitter e Instagram que o seu irmão havia desaparecido, na zona de Alberta, no Canadá, Cattrall revelou que ele havia morrido de forma inesperada, numa publicação onde pedia privacidade nesta altura de «grande dor e sofrimento». É claro que a chuva de mensagens de condolências foi imediata, e entre os milhares de pessoas que o fizeram estavam Cynthia Nixon e SJP, que escreveu:

É aqui que tudo se transforma. A mensagem escrita por SJP não foi bem recebida pela atriz que vestia a pele de Samantha. Na rede social Cattrall decidiu então fazer duas publicações: uma a agradecer a todos os seus colegas de SATC pelas mensagens de apoio; e outra onde rejeitava diretamente as condolências Sarah Jessica Parker: «Não preciso do teu amor ou apoio neste momento trágico @sarahjessicaparker», acrescentando ainda na legenda que a mensagem de Jessica Parker era cruel, que elas não eram amigas, e que Parker só o estava a fazer para que as pessoas a vissem como «boa pessoa».

 


Antes desta última mensagem deixada por Cattrall ser publicada, SJP numa entrevista ao Entertainment Tonight disse [sobre o assunto] «Se alguém na tua vida, quer mantenhas contacto com ela ou não, está a sofrer, por qualquer que seja o motivo, é involuntário que tu queiras transmitir-lhe as tuas condolências, ou tristeza, ou apenas dizer-lhe que estás a pensar nela».

 

A história da guerra entre Kim Cattrall e Sarah Jessica Parker

Se existe algo que todos os fãs da série querem (ou queriam) acreditar é que, ao longo de todos estes anos, aquelas quatro atrizes mantinham uma relação de amizade tão especial quanto a que mantemos com as nossas amigas. Mas, a verdade é que as nossas expectativas (afinal) nunca corresponderam à realidade, especialmente no que toca à relação entre Sarah Jessica Parker e Kim Cattrall. Mas terá sido sempre assim?

A primeira notícia de um possível clima de tensão surgiu em 2004, logo após a série ter terminado. Na altura, era suposto as quatro atrizes terem começado logo a gravar o filme, o que não aconteceu depois de Cattrall ter pedido um aumento salarial (algo que mais tarde foi corroborado pela própria numa entrevista a Jonathan Ross). Na altura, de acordo com rumores, a relação entre Cattrall e Parker não estava a passar pela melhor fase, havendo inclusivamente rumores de que, no final da série, estas nem na sala de maquilhagem se falavam.

Aos poucos este boato foi ganhando força, especialmente depois de nos Emmys o grupo composto por Cynthia Nixon, Kristin Davis, e SJP se sentar bem longe de Cattrall.

Em 2008 todos os rumores de uma possível inimizade entre ambas foram afastados, não só com a estreia do primeiro filme de O Sexo e a Cidade, como também como resultado de uma série de entrevistas onde ambas negavam esses boatos. Esta ideia voltou a ser afastada por Kim Cattrall em 2010 (já com o lançamento do segundo filme), numa entrevista ao Daily Mail na qual afirmou: «Eu acho que a Sarah tem razão: as pessoas não querem acreditar que nós nos damos bem.»

Aparentemente a relação entre ambas manteve-se cordial ao longo dos anos, até chegarmos a 2017. É nesta altura que surge a confirmação de que o terceiro filme (que supostamente ía começar a ser gravado) já não vai acontecer, porque Kim Cattrall não queria voltar a vestir a pele da personagem Samantha Jones.

Mais tarde, Cattrall revelou numa entrevista a Piers Morgan que, afinal, ao longo de todos estes anos, nunca foi amiga das suas colegas da série, acrescentado acerca do tema «A Sarah Jessica podia ter sido mais simpática».