Mariah Carey Não Quer Saber de Grammys Porque, LOL, é a Mariah Carey

Ela não se podia estar mais nas tintas, e eu estou a viver para isto. Por: Vítor Rodrigues Machado -- Imagem: © D.R.

Sempre vi muita televisão e, por isso, ao longo da vida foram várias as celebridades que considerei serem o meu spirit animal. Os nomes de todas ficaram na minha lista imaginária, decorada com brilhantes e onde os nomes estão escritos a caneta com cheiro a limão. À excepção de um que por lei é obrigatório estar escrito a dourado com borboletas a substituir os pontos dos i’s: Mariah Carey.

Ambos partilhamos a mesma capacidade de nos estarmos nas tintas para praticamente tudo na vida. Exceto para cães bebés.

A primeira vez que soube que éramos almas gémeas foi quando Mariah disse que não fazia ideia de quem era J.Lo (ps. My Love Dont Cost a Thing e Jenny From The Block são a minha cena, por isso não me odeiem J.Lo Lovers, já tenho mau karma que chegue, e o Spotify é minha testemunha).

 

Tive a certeza quando ela disse que não fazia luzes fluorescentes sem óculos de sol.

 

E voltei a certificar-me disso recentemente, graças a uma entrevista que a Diva concedeu à V Magazine onde afirmou: «sinceramente, meu querido, eu não me podia estar mais nas tintas. Quer dizer, eu tenho cinco Grammys. Isso é fofo. Existem pessoas que fazem isto há metade do tempo e têm mais do dobro [de Grammys]. Consegui dois Grammys no ano em que comecei, mas depois disso passaram a ser algo do tipo “nós não vamos atribui-los a pessoas que vendem discos e são populares; vamos no sentido oposto.” Ou seja, lixaram-me».

Não que concorde necessariamente com Mariah, mas a coragem que teve em dizê-lo merece uma ovação de pé.

Contudo, Mimi não se ficou por aqui. Caso existissem dúvidas sobre o quão ela se importa (ou não) com a forma como as pessoas a julgam, disse: «se de repente me visses a andar por aí com algo do tipo, não sei, suspensórios, calças largas, ou provavelmente com um soutien néon (…) não ficarias do tipo, o que raio está ela a tentar fazer? (…) Não estou a tentar gozar com ninguém (…) pessoalmente, eu não quero saber. Eu gosto do que gosto».

 

E se entretanto se está a perguntar porque é que esta Diva do glitz and glam, que nos habituou a vê-la com um body brilhante, deitada numa chaise-longue, está a falar de Grammys, a explicação é «easy, breazy, beautiful».

Mariah está de volta ao estúdio para gravar músicas que nada têm a ver com o Natal. Sim, há mais vida para a cantora além do All I Want For Christmas.

Da minha parte, mal posso esperar pela próxima power balad de Mariah.

 

 

Podem seguir o Vítor no @Instagram.